BNDES Anuncia Nova Linha de Crédito para Cooperativas Agropecuárias

BNDES anuncia linha de crédito de R$1 bilhão para cooperativas agropecuárias, com foco em áreas afetadas por cheias e secas.

Campo com bovinos.


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou recentemente a criação de uma nova linha de capital de giro direcionada para cooperativas agropecuárias. Essa iniciativa, que faz parte do BNDES Crédito Rural, surge como resposta à demanda apresentada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e foi revelada durante a abertura da Expointer.


Ampla Demanda e Recursos Significativos

A nova linha de crédito destina-se a atender uma demanda estimada em até R$ 1 bilhão para a Safra 2023/2024. Ela tem o propósito de ampliar as opções de financiamento disponíveis para o setor agropecuário, complementando os recursos já disponibilizados pelo Plano Safra.


Opções de Custos e Indexação Diferenciadas

Uma característica relevante dessa linha de crédito é a flexibilidade de custos, que inclui taxas pré e pós-fixadas, bem como a opção de indexação da dívida à variação cambial. Isso é especialmente benéfico para as cooperativas que têm receitas em dólar ou associadas à moeda norte-americana.


Condições Especiais para Áreas em Calamidade

Para as operações protocoladas até 31 de março de 2024, serão oferecidas condições diferenciadas, como prazo de pagamento de até 5 anos e carência de até 1 ano. Essas condições especiais destinam-se a cooperativas que atuem em municípios que tenham declarado estado de emergência ou calamidade, reconhecidos pelo Governo Federal a partir de 01/01/2021.


Apoio a Agricultores Afetados por Eventos Climáticos

Essas medidas temporárias visam proporcionar suporte aos cooperados de todo o país que foram impactados pelos extremos climáticos durante a safra atual, assim como nas duas safras anteriores. A partir de abril de 2024, a linha operará com prazos de pagamento reduzidos para até 2 anos e carência de até 6 meses.


BNDES e o Compromisso com a Economia Local

O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, destacou a importância dessas iniciativas em meio às mudanças climáticas e eventos climáticos extremos. Ele enfatizou que o BNDES está comprometido em criar condições favoráveis para que as cooperativas superem os desafios causados por secas prolongadas e enchentes em diversas regiões do Brasil.


Disponibilidade para Produtores Rurais Cooperados em Todo o País

A Linha Crédito Cooperativas será disponibilizada pelo BNDES por meio de sua extensa rede de mais de 70 instituições financeiras credenciadas, com atuação em todo o país. Ela está voltada para auxiliar produtores rurais cooperados em todo o território brasileiro, com destaque para aqueles do Rio Grande do Sul, que foram recentemente afetados por condições climáticas adversas. A previsão é de que essa solução entre em operação a partir de 17 de outubro.


Ações do Governo Federal e Medida Provisória 1189/2023

É importante ressaltar que essa nova linha de crédito se soma às ações do Governo Federal previstas na Medida Provisória 1189/2023, que busca auxiliar localidades atingidas pelas fortes chuvas que afetaram o Rio Grande do Sul desde setembro. Dentro das ações previstas na MP 1189/2023, o BNDES atuará oferecendo garantias para créditos, por meio do Peac-FGI Crédito Solidário RS, com a expectativa de garantir até R$ 1 bilhão em créditos.


Reportagem por Amanhecer Agrícola
Fonte de informações: Mapa
Foto: 12019 por Pixabay

Postar um comentário

0 Comentários