Fim dos controles reforçados às exportações de carnes brasileiras para o Reino Unido

gALINHA

O governo brasileiro recebeu com grande satisfação a notícia de que o Reino Unido encerrou os controles reforçados às exportações de produtos cárneos brasileiros. Essa medida marca o retorno pleno do sistema de habilitação de estabelecimentos por indicação das autoridades sanitárias brasileiras, conhecido como "pre-listing".

Essa decisão foi baseada no relatório de auditoria técnica realizada por equipes britânicas em outubro de 2022, cujo objetivo principal foi avaliar o sistema brasileiro de inspeção de produtos de origem animal, com foco especial na carne bovina e de aves. Essa auditoria foi a primeira realizada pelos britânicos em um país estrangeiro após o Brexit.

A missão de auditoria reconheceu que o Brasil solucionou as questões relacionadas ao seu sistema regulatório sanitário e fitossanitário, as quais haviam levado à implementação dos controles reforçados. A decisão das autoridades britânicas confirma a excelência dos controles sanitários oficiais brasileiros, os quais garantem a qualidade e a segurança dos produtos consumidos no Brasil e nos países importadores.

Além disso, o governo britânico anunciou a regionalização do território brasileiro em nível estadual em relação à gripe aviária. Com isso, caso ocorram focos da doença no Brasil, o mercado britânico não será mais fechado para todas as exportações de carne de aves, mas apenas para aquelas provenientes do estado em que a doença tenha sido identificada. Essa decisão reflete a sólida parceria entre o Brasil e o Reino Unido, adotando uma abordagem preventiva para preservar o comércio bilateral.

O resultado positivo alcançado é fruto da estreita coordenação entre o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), tanto em Brasília quanto em Londres. Esse anúncio é resultado das negociações conduzidas pela Embaixada do Brasil no Reino Unido, que conta com a adidância agrícola do Mapa, desde a concretização do Brexit.


Veja mais (a reportagem continua):  Mel: Da Agricultura à Sua Casa





O Reino Unido é um destino crucial para as carnes exportadas pelo Brasil. Em 2022, foram exportados US$ 282,2 milhões em carne de aves e cerca de US$ 134,5 milhões em carne bovina para aquele país. Desde o Brexit, as exportações agropecuárias brasileiras para o Reino Unido aumentaram em 67%, atingindo a marca de US$ 1,8 bilhão em 2022.

Essa notícia é muito positiva para o setor agropecuário brasileiro, demonstrando o reconhecimento internacional da qualidade e segurança dos produtos cárneos do país. A retomada plena das exportações para o Reino Unido fortalece a confiança dos consumidores britânicos nos produtos brasileiros e abre oportunidades para o setor expandir seus negócios em um mercado importante.

O Ministério da Agricultura e Pecuária continuará trabalhando em estreita colaboração com as autoridades britânicas para garantir a conformidade contínua com os requisitos sanitários e fitossanitários, bem como para explorar novas oportunidades de comércio e cooperação no setor agrícola entre Brasil e Reino Unido.

Com essa medida, o Brasil consolida sua posição como um dos principais fornecedores de carne de alta qualidade no mercado internacional, promovendo o desenvolvimento econômico do setor agropecuário e reforçando sua presença no comércio global de alimentos.

Fonte: Mapa

Postar um comentário

0 Comentários