Flutuações no Preço do Milho

Uma plantação de milho.


Nos últimos dias, o mercado agrícola tem sido palco de oscilações nos preços do milho. O milho é um dos principais produtos agrícolas, utilizado em diversas indústrias, como alimentação humana, ração animal e produção de biocombustíveis. Nesta análise, iremos examinar os preços do milho nos últimos 12 dias com base nos dados do Indicador do Milho ESALQ/BM&FBOVESPA, fornecidos pela CEPEA.


No dia 7 de julho de 2023, o preço do milho atingiu R$ 55,88 por saca de 60 kg à vista, representando um aumento de 0,96% em relação ao dia anterior.

Já no dia 6 de julho, houve uma queda de 1,37%, com o preço sendo cotado a R$ 55,35 por saca. Essas variações destacam a volatilidade do mercado e a influência de diversos fatores.

No dia 5 de julho, o preço do milho teve um aumento de 0,79%, chegando a R$ 56,12 por saca. 

Em seguida, no dia 4 de julho, o valor registrou um acréscimo de 0,27%, com o milho sendo comercializado a R$ 55,68 por saca.

 No dia 3 de julho, o aumento foi de 0,31%, resultando em um preço de R$ 55,53 por saca. Esses dados demonstram uma tendência de estabilidade nos preços do milho nesses dias.

No final de junho, o milho apresentou uma queda no seu valor. No dia 30 de junho, o preço registrado foi de R$ 55,36 por saca, uma redução de 1,35% em relação ao dia anterior. 

No dia 29 de junho, houve uma nova queda de 0,43%, com o milho sendo cotado a R$ 56,12 por saca.

No período anterior, entre os dias 28 de junho e 22 de junho, os preços do milho apresentaram variações significativas:

 No dia 28 de junho, houve uma queda de 2,27%, com o preço sendo cotado a R$ 56,36 por saca.

 No dia 27 de junho, porém, houve um aumento de 0,45%, resultando em um preço de R$ 57,67 por saca. 

Nos dias anteriores, entre 26 de junho e 22 de junho, os preços se mantiveram relativamente estáveis.


Essa análise dos preços do milho nos últimos 12 dias demonstra a volatilidade do mercado agrícola. Flutuações diárias podem ser atribuídas a diversos fatores, como as condições climáticas, demanda interna e externa, bem como políticas governamentais relacionadas ao setor agrícola. É importante ressaltar que os preços podem variar em diferentes regiões, sendo que os valores mencionados são baseados no Indicador do Milho ESALQ/BM&FBOVESPA.



Veja mais (a reportagem continua): Setor cervejeiro brasileiro registra crescimento de 11,6% em 2022, aponta Anuário da Cerveja




Produtores e agentes do mercado agrícola devem acompanhar de perto essas oscilações para tomar decisões estratégicas e garantir a rentabilidade de suas operações. Além disso, é fundamental considerar fatores regionais e buscar informações atualizadas para uma análise mais precisa e contextualizada dos preços do milho.

Em resumo, os preços do milho nos últimos dias têm apresentado variações significativas, refletindo a dinâmica do mercado agrícola. Acompanhar essas flutuações e buscar informações atualizadas são passos essenciais para que os agricultores e demais agentes do setor tomem decisões informadas e maximizem o potencial de seus negócios.

Postar um comentário

0 Comentários