Crédito Rural Alcança Marca de R$ 101 Bilhões em Dois Meses

Crescimento Sólido do Crédito Rural no Brasil nos Primeiros Dois Meses

Vinhedos com no fundo o céu, sol e núvens.
Imagem de alohamalakhov por Pixabay


O Plano Safra 2023/2024 está em pleno curso, e os números relacionados ao crédito rural já demonstram um aumento notável em relação ao período anterior. Segundo dados da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), o desembolso do crédito rural nos dois primeiros meses do plano atingiu a expressiva marca de R$ 101 bilhões, representando um crescimento de 10% em comparação ao mesmo período da safra anterior.

Dentro desse montante, os financiamentos destinados ao custeio alcançaram R$ 64,3 bilhões, enquanto as concessões das linhas de investimentos somaram R$ 12,1 bilhões. As operações de comercialização atingiram R$ 11,8 bilhões, e as de industrialização registraram R$ 12,7 bilhões.


Muitos contratos

A análise da Secretaria de Política Agrícola revelou que, nos dois meses iniciais do ano agrícola, foram celebrados 385.487 contratos. Destes, 269.587 destinaram-se ao Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), demonstrando um apoio significativo a esse segmento fundamental da agricultura brasileira. Além disso, 62.058 contratos foram firmados no Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural).

Os pequenos e médios produtores foram beneficiados com valores expressivos em todas as finalidades de crédito rural, totalizando R$ 13,8 bilhões no Pronaf e R$ 17,5 bilhões no Pronamp.


Veja mais (a reportagem continua): 
Arroz: da Agricultura ao Seu Prato, Todo o Dia
Campos de arroz.
Imagem de Bá Thắng Nguyễn por Pixabay



Os demais produtores, que não se enquadram nos programas voltados para pequenos e médios agricultores, formalizaram 53.842 contratos, somando R$ 69,6 bilhões em financiamentos concedidos pelas instituições financeiras.


Financiamentos atingindo 1 bilhão

Em relação aos financiamentos agropecuários para investimento, o Programa de Modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais (Moderagro) teve contratações no valor de R$ 287 milhões, representando um aumento de 33% em relação ao mesmo período da safra anterior. Os financiamentos destinados ao Pronamp também registraram alta, atingindo R$ 1,1 bilhão, um incremento de 8%.

Um aspecto relevante a ser observado diz respeito às fontes de recursos do crédito rural. Durante os meses de julho e agosto, os recursos livres equalizáveis tiveram destaque, somando R$ 4,2 bilhões. Esse valor representa um aumento notável de 94% em comparação ao mesmo período da safra anterior. Essa tendência indica uma maior utilização dos recursos disponibilizados pelas instituições financeiras dentro do Plano Safra.

Para enfrentar eventuais desafios na contratação de operações de crédito rural, o secretário adjunto substituto da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e Pecuária, Wilson Vaz de Araújo, mencionou o envio do Ofício Circular SEI nº 1492/2023/MF às instituições financeiras. Esse documento permite antecipar a programação trimestral de aplicação de recursos equalizados, contribuindo para a regularidade das operações.

Vale ressaltar que os valores apresentados são provisórios e foram obtidos a partir do Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro (Sicor/BCB), que registra as operações de crédito informadas pelas instituições financeiras autorizadas a operar no crédito rural. Dependendo da data de consulta no Sicor ou no Painel Temático de Crédito Rural do Observatório da Agropecuária Brasileira, podem ocorrer variações nos dados disponibilizados ao longo dos trinta dias seguintes ao último mês do período considerado.


Em suma, o início do Plano Safra 2023/2024 mostra um cenário promissor para o setor agrícola brasileiro, com um aumento significativo no crédito rural destinado aos produtores, em especial aos pequenos e médios agricultores. O apoio financeiro proporcionado pelo governo contribuirá para o fortalecimento da agricultura familiar e o desenvolvimento sustentável do agronegócio no país. Acompanharemos de perto a evolução desses números ao longo da safra, fornecendo informações atualizadas à medida que estiverem disponíveis.


Fonte: Mapa

Postar um comentário

0 Comentários