Grande Quantidade de Chuvas no RS prejudica Culturas

Grande quantidade de chuvas e geadas afetaram no RS. Previsão indica clima variável para agricultores.

Plantação de milho crescendo em uma área rural
Foto por PxHere


Agricultores e produtores do Rio Grande do Sul acompanharam atentamente as condições meteorológicas ocorridas na semana de 14 a 20 de setembro de 2023, que tiveram um impacto significativo nas atividades agrícolas do estado. Neste boletim, vamos analisar as condições climáticas observadas durante esse período e os destaques relacionados à agricultura.


Condições Meteorológicas Semanais:

14 de setembro: A semana começou com chuvas isoladas no Norte e Nordeste do estado, mas ao longo do dia, uma massa de ar seco reduziu a cobertura de nuvens em todas as regiões.

15 de setembro: O ar seco e frio predominou, levando a temperaturas baixas e geadas isoladas na Serra do Nordeste.

16 e 17 de setembro:
O tempo permaneceu seco, com aumento das temperaturas, superando 35°C em várias regiões.

18 e 19 de setembro:
A atuação de um cavado trouxe nebulosidade e pancadas de chuva em todo o estado, incluindo temporais isolados na Campanha e Zona Sul.

20 de setembro: O tempo seco e quente prevaleceu na maioria do estado.

Os volumes de chuva variaram entre 20 e 35 mm na maior parte do estado, com valores inferiores a 10 mm na Fronteira Oeste. Nas regiões leste e nordeste, os totais acumulados variaram entre 50 e 65 mm, ultrapassando 100 mm em várias localidades da Zona Sul. As temperaturas variaram de -0,1°C em Vacaria, no dia 15/9, a 37,2°C em Campo Bom, no dia 17/9.


Destaques da Semana na Agricultura:


Semeadura de Milho:
Devido às condições meteorológicas mais favoráveis e alguns dias de tempo firme, a semeadura de milho atingiu 50% da área projetada. As plantas apresentam boa emergência e densidade, indicando um plantio bem-sucedido.

Cultura de Arroz:
A ocorrência de chuvas intensas suspendeu os trabalhos de preparação do solo e semeadura, sendo necessário um período de até duas semanas sem chuvas para retomar o plantio. Os reservatórios ainda não atingiram sua capacidade máxima, com níveis entre 75% e 80% em algumas áreas.

Cultura de Feijão 1ª Safra: O excesso de chuvas prejudicou a semeadura, que está paralisada há duas semanas. As baixas temperaturas também afetaram o desenvolvimento, causando o enrolamento das folhas.

Cultivo de Trigo:
Algumas lavouras apresentam menor porte devido a eventos climáticos adversos. A preocupação com o aumento da incidência de doenças nas lavouras de trigo persiste devido ao excesso de umidade e ao aumento da temperatura.

Aveia Branca:
A cultura está em colheita, com potencial produtivo adequado, apesar do acamamento das plantas devido a ventos e chuvas.

Cultura de Canola:
As lavouras apresentam alto potencial produtivo, com produtividade média superior às expectativas, apesar de variações devido ao acamamento em algumas áreas.

Cevada: As lavouras na região de Erechim estão em excelente estado de desenvolvimento, com expectativa de produtividade mantida.

Pastagens: As pastagens de inverno e verão foram impactadas por chuvas intensas e variações de temperatura, afetando o crescimento das plantas e o pastejo dos animais.


Previsão Meteorológica:

25 a 27 de setembro: A partir do dia 25, o tempo seco com variação de nuvens predominará na maioria das regiões, com chuvas isoladas apenas nos setores Leste e Nordeste. Nos dias 26 e 27, o ar seco e frio manterá o tempo firme, com declínio das temperaturas em todo o estado.


Este boletim fornece uma visão abrangente das condições meteorológicas e seus impactos na agricultura do Rio Grande do Sul. Agricultores e produtores devem monitorar de perto as previsões e se adaptar às condições climáticas variáveis para garantir o sucesso de suas safras e operações.

Postar um comentário

0 Comentários