Tormentas à Vista: Região Sul se Prepara para Impacto de Frente Fria, Tempestades e Ciclone

Previsão meteorológica aponta para eventos climáticos impactantes na Região Sul do Brasil

Tempestade no campo.
Foto: 
Storm Clouds/Richard Walker  por flickr / A foto é ilustrativa e não representa necessariamente uma condição apresentada na notícia.

A Região Sul do Brasil está prestes a enfrentar uma série de eventos climáticos desafiadores a partir deste fim de semana. A previsão aponta para a passagem de uma frente fria, tempestades, e a formação de um ciclone extratropical. Esses eventos trarão mudanças significativas nas condições meteorológicas, demandando atenção e precaução por parte dos moradores e agricultores da região.


Frente Fria e Tempestades Localizadas

No próximo sábado (2), a passagem de uma frente fria pelo Uruguai e pelo Rio Grande do Sul dará início a um período de instabilidade. A expectativa é de tempestades localizadas, com a possibilidade de queda de granizo em áreas isoladas dos estados gaúcho, catarinense, paranaense e sul-mato-grossense. Os maiores volumes de chuva devem ser registrados no noroeste e norte do Rio Grande do Sul, além do sudoeste de Santa Catarina, com acumulações em torno de 100 milímetros (mm).

A rápida movimentação da frente fria resultará na formação de um cavado, uma área de baixa pressão, sobre o Rio Grande do Sul no domingo (3). Isso manterá a ocorrência de tempestades localizadas, com volumes significativos de chuva na região, também em torno de 100 mm, abrangendo o estado gaúcho e Santa Catarina.


Ciclone Extratropical no Horizonte

A madrugada da próxima segunda-feira (4) trará consigo a formação de um ciclone extratropical, com centro de baixa pressão de 994 hPa, nas proximidades da cidade de São Borja, no oeste do Rio Grande do Sul. Esse fenômeno se deslocará rapidamente em direção ao sudeste do estado, atingindo o Oceano Atlântico por volta das 9h, com seu centro reduzindo a pressão para 992 hPa, antes de se afastar para alto mar.

Junto ao ciclone extratropical, uma frente fria também atuará no interior do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e no sul de Mato Grosso do Sul na segunda-feira. À medida que se desloca para leste, essa frente fria provocará acumulados significativos de chuva, principalmente no leste do Rio Grande do Sul, com volumes em torno de 100 mm.


Crédito da foto: Site oficial da Valta/https://www.valtra.com.br/content/dam/public/valtra/pt-br/sobre-valtra/noticias/2023/marco/VALTRA-NOVA_MOMENTUM_TRATOR_T_2.jpg



Impactos Esperados e Precauções

Além das chuvas intensas, a previsão indica a possibilidade de fortes rajadas de vento, que podem atingir aproximadamente 100 km/h em áreas isoladas dos estados da Região Sul e de Mato Grosso do Sul. Os ventos também poderão afetar o oeste, centro e sul de São Paulo do início ao fim da tarde.

É importante ressaltar que as projeções dos modelos numéricos divergem em algumas questões, como área, intensidade e duração do evento. Portanto, é fundamental acompanhar as atualizações das informações e previsões do tempo no site e redes sociais do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).


O Inmet, órgão vinculado ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950, desempenhando um papel crucial na previsão e monitoramento de eventos climáticos que impactam a agricultura e outras atividades econômicas do país.


Diante dessa previsão meteorológica desafiadora, é aconselhável que agricultores e moradores da Região Sul estejam preparados e adotem medidas de segurança para minimizar os possíveis impactos desses eventos climáticos em suas propriedades e comunidades. Acompanhar as atualizações dos órgãos meteorológicos e seguir suas orientações é fundamental para enfrentar essa situação com responsabilidade e segurança.



Fonte: Mapa

Postar um comentário

0 Comentários