Gaúchos se Preparam para Enfrentar a Ferrugem Asiática da Soja

Técnicos da Emater/RS-Ascar recebem capacitação da Seapi para monitorar ferrugem asiática na soja durante a safra 2023/2024.

Campo de soja.


Nesta terça-feira, 3 de outubro de 2023, a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) e a Emater/RS-Ascar realizaram um curso de capacitação destinado a técnicos da empresa de extensão rural. Este treinamento visa preparar os profissionais para sua atuação no Programa de Monitoramento da Ferrugem Asiática da Soja, conhecido como Programa Monitora Ferrugem RS, durante a safra 2023/2024.

A ferrugem asiática da soja, cujo agente causal é o fungo Phakopsora pachyrhizi, é uma ameaça constante para as lavouras de soja nas regiões produtoras do Rio Grande do Sul. O monitoramento dessa doença é fundamental para o manejo adequado e a proteção das safras.

Nesta capacitação, que contou com a participação de 66 extensionistas da Emater/RS-Ascar, os técnicos foram instruídos sobre o uso dos coletores de esporos, a coleta de amostras para análises laboratoriais e receberam outras informações técnicas relevantes para o Programa.

Segundo Andréia Mara Rotta de Oliveira, pesquisadora do Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária (DDPA) da Seapi e uma das coordenadoras institucionais do Programa, essas capacitações são uma prática regular antes do início de cada safra, visando garantir que os técnicos estejam plenamente preparados para suas responsabilidades.

O conteúdo programático do evento abrangeu temas como as doenças da soja, com destaque para o manejo da ferrugem asiática, os procedimentos de análise para identificação dos esporos do fungo em laboratório, e a apresentação dos resultados do monitoramento realizado na safra anterior, 2022/2023.

Estiveram presentes no evento o chefe do Departamento de Defesa Vegetal (DDV), Ricardo Felicetti, e a chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal (DDSV), Rita de Cássia Antochevis, ambos fazendo parte da coordenação institucional do Programa pela Seapi. Além disso, o coordenador do Programa pela Emater/RS-Ascar, Elder Dal Prá, também esteve presente.


O Programa Monitora Ferrugem RS e seus avanços

O Programa Monitora Ferrugem RS é responsável pelo monitoramento de esporos da ferrugem asiática da soja nas regiões produtoras do Rio Grande do Sul desde 2019. A partir da safra agrícola 2020/2021, o programa foi aprimorado com a inclusão de informações relacionadas às condições meteorológicas, como precipitação pluvial, temperatura e molhamento foliar. Essas informações estão disponíveis para os produtores no site do Programa.

O Monitora Ferrugem RS é uma iniciativa coordenada pela Secretaria da Agricultura em colaboração com a Emater/RS-Ascar, bem como com laboratórios privados e instituições de ensino e pesquisa do estado. Seu objetivo é fornecer dados precisos e atualizados aos produtores, contribuindo para o manejo eficaz da ferrugem asiática da soja e, consequentemente, para a proteção das safras e a sustentabilidade da agricultura no Rio Grande do Sul.


Reportagem por Amanhecer Agricola
Fonte: Agricultura/RS
Foto: from PxHere

Postar um comentário

0 Comentários