MAPA Altera Calendário de Semeadura da Soja em Cinco Estados para Combater a Ferrugem Asiática

MAPA ajusta calendário de semeadura da soja em cinco estados para combater a ferrugem asiática, mudança não agrada a todos.

Plantação sendo colhida.
Imagem de Charles Echer por Pixabay


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) anunciou nesta sexta-feira a publicação da Portaria nº 886, que traz alterações no calendário de semeadura da soja para a safra 2023/2024. As mudanças afetam os estados da Bahia, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia e Santa Catarina, com o objetivo de aprimorar as medidas fitossanitárias para combater a ferrugem asiática da soja, uma das doenças mais prejudiciais à cultura.


Bahia: Redução de Duração do Calendário

No caso da Bahia, o novo período de semeadura vai de 1º de outubro a 31 de dezembro de 2023, reduzindo-se de 100 para 92 dias. Essa alteração atendeu a uma solicitação do Órgão Estadual de Defesa Sanitária Vegetal.


Rondônia: Período Único de Semeadura

Em Rondônia, em resposta à solicitação do Órgão Estadual de Defesa Sanitária Vegetal, o calendário de semeadura foi unificado para o estado como um todo, abrangendo o período de 11 de setembro a 20 de dezembro de 2023.




Vaca no pasto.



Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul: Calendários Diferenciados

Nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, foram consideradas as solicitações dos Órgãos Estaduais de Defesa Sanitária Vegetal, além de razões técnicas relacionadas às condições geoclimáticas e aos arranjos produtivos em diferentes regiões. Isso levou à criação de calendários diferenciados dentro de cada um desses estados.

- Paraná: Foi dividido em três regiões, com os seguintes períodos de semeadura:

1. Primeira região: de 20 de setembro a 18 de janeiro de 2024.
2. Segunda região: de 11 de setembro a 20 de dezembro de 2023.
3. Terceira região: de 17 de setembro a 15 de janeiro de 2024.

- Rio Grande do Sul: Também foi dividido em três regiões, com os seguintes períodos de semeadura:

1. Primeira região: de 1º de outubro a 18 de janeiro de 2024.
2. Segunda região: de 1º de outubro a 28 de janeiro de 2024.
3. Terceira região: de 1º de outubro a 08 de janeiro de 2024.

- Santa Catarina: Foi dividido em quatro regiões, com os seguintes períodos de semeadura:

1. Primeira região: de 13 de outubro a 10 de fevereiro de 2024.
2. Segunda e terceira regiões: de 02 de outubro a 30 de janeiro de 2024.
3. Quarta região: de 02 de outubro a 10 de janeiro de 2024.


Essas medidas visam combater a ferrugem asiática da soja, uma das doenças mais graves que afetam a cultura. A estratégia é parte do Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja (PNCFS), com o objetivo de otimizar o uso de fungicidas e reduzir os riscos de desenvolvimento de resistência do fungo Phakopsora pachyrhizi às substâncias químicas utilizadas em seu controle.

A ferrugem asiática pode causar danos significativos à produção de soja, variando de 10% a 90% em regiões onde a praga atinge níveis epidêmicos. As alterações no calendário de semeadura visam minimizar esses riscos e garantir a sustentabilidade da produção de soja nos estados afetados.


Nem todos gostaram

(Conforme Globo) Apesar das negociações com o governo, as alterações não atenderam completamente às demandas da região (sul). Os estados do Sul argumentaram que a janela de plantio mais curta pode prejudicar o cultivo de outras culturas antes da soja, afetando especialmente os pequenos produtores. No entanto, o Rio Grande do Sul considerou as mudanças satisfatórias, enquanto Santa Catarina e o Paraná lamentaram a falta de flexibilidade. O novo calendário foi regionalizado, variando de 100 a 120 dias de plantio.


Fonte: Mapa

Postar um comentário

0 Comentários