Mapa Participa de Workshop na República Dominicana para Debater Ação Climática na Agricultura

Evento visa promover ações sustentáveis e fortalecer relações de trabalho no setor agrícola

Nuvens carregadas no céu.
Imagem de Džoko Stach por Pixabay


Integrantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) participaram de um importante evento na República Dominicana na última semana, onde se reuniram para discutir a implementação da ação climática na agricultura e na segurança alimentar. O 4° Workshop sobre o Trabalho Conjunto de Sharm El-Sheikh, sob a perspectiva da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (CQNUMC), reuniu representantes do setor agrícola com o intuito de aprimorar suas capacidades em negociações e fortalecer as relações de trabalho, além de abordar práticas sustentáveis em um contexto global. A iniciativa visa criar soluções para os desafios que as mudanças climáticas representam para a agricultura e a segurança alimentar, preparando o terreno para a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2023 (COP 28).


Agricultura e Mudanças Climáticas: Os Desafios em Questão

A agricultura desempenha um papel fundamental no contexto das mudanças climáticas, uma vez que é afetada por esses fenômenos, ao mesmo tempo em que pode contribuir significativamente para a redução das emissões de carbono. Nos planos nacionais e acordos internacionais, os países das Américas e do Caribe reconhecem a vulnerabilidade do setor agrícola às alterações climáticas e suas implicações para as comunidades, produtores e a segurança alimentar da região.

Nesse sentido, o 4° Workshop em Sharm El-Sheikh teve como um de seus objetivos principais abordar os progressos nas ações para enfrentar os efeitos das mudanças climáticas na agricultura e na segurança alimentar. Durante as palestras e discussões, foram destacados pontos de consenso relativos ao financiamento de projetos e ações em níveis nacionais, bem como o compartilhamento de informações e melhores práticas para enfrentar os desafios climáticos.




Colheitadeira colhendo.



Fortalecimento das Relações e Parcerias Internacionais

Uma das facetas essenciais do evento foi a parceria entre o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e o Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (IICA Brasil). Essa colaboração permitiu uma representação sólida do Brasil no workshop, com Bruno Brasil, diretor do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação (Depros/SDI/Mapa), atuando como o representante brasileiro. A participação conjunta ressaltou a importância do engajamento do Brasil no cenário internacional, ao mesmo tempo em que alinhou os interesses e objetivos do país com as discussões sobre agricultura e mudanças climáticas.


Preparando o Terreno para a COP 28

O programa planejado para a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2023 (COP 28), que ocorrerá em Dubai, foi um dos pontos de destaque durante o workshop. Os participantes debateram questões cruciais relacionadas ao desenvolvimento sustentável dos sistemas alimentares e à segurança alimentar global. Foi discutida a representação das vulnerabilidades do setor agrícola às mudanças climáticas e como esses desafios podem ser enfrentados e superados.


O 4° Workshop sobre o Trabalho Conjunto de Sharm El-Sheikh na perspectiva da CQNUMC foi um passo importante no caminho para enfrentar os desafios das mudanças climáticas na agricultura e na segurança alimentar. As discussões e conclusões alcançadas durante o evento irão alimentar as ações e estratégias futuras para lidar com os impactos climáticos no setor agrícola, fortalecendo a colaboração internacional e preparando o terreno para a COP 28. Este encontro demonstra o compromisso do Brasil e de outros países das Américas e do Caribe em encontrar soluções sustentáveis para garantir a segurança alimentar global e a resiliência do setor agrícola em face das mudanças climáticas.


Fonte: Mapa

Postar um comentário

0 Comentários