Mapa Intensifica Fiscalização de Resíduos de Agrotóxicos em Produção de Melancias em Goiás

O Ministério da Agricultura intensifica fiscalização de resíduos de agrotóxicos em 40 lotes de melancias em Goiás para garantir qualidade.

Fiscalizando as melancias.
Foto: Divulgação/Mapa


Uma operação estratégica de fiscalização na produção de melancias em Goiás foi conduzida por uma equipe de auditores fiscais federais agropecuários e agentes do Departamento de Produtos de Origem Vegetal da Secretaria de Defesa Agropecuária. A ação visou garantir a qualidade e segurança dos produtos vegetais na região, em particular, a presença de resíduos de agrotóxicos nas melancias produzidas e comercializadas.


Análise de 40 Lotes de Melancias

Um total de 40 lotes de melancias, provenientes da região, foram encaminhados para análise no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA-GO). A escolha de agosto e setembro para a operação se deve ao período de safra da melancia, quando a produção atinge seu auge.


Fiscalização Abrange Grandes Produtores e Centrais de Abastecimento

A fiscalização abrangeu não apenas os produtores rurais de grande porte, mas também as Centrais de Abastecimento de Goiânia e Anápolis (Ceasa), além de verificar a venda desses produtos nos mercados do entorno do Distrito Federal.


Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos de Origem Vegetal (PNCRC/Vegetal)

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), através do Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos de Origem Vegetal (PNCRC/Vegetal), tem como objetivos principais a prevenção, eliminação ou redução dos riscos associados à presença de resíduos e contaminantes em produtos vegetais. Além disso, busca promover o uso adequado e seguro de agrotóxicos, em conformidade com a legislação específica.


Promovendo Rastreabilidade e Boas Práticas na Cadeia Produtiva

O programa também visa aferir a rastreabilidade e incentivar a adoção de boas práticas nas cadeias produtivas de produtos vegetais, proporcionando o conhecimento do potencial de exposição da população a resíduos e contaminantes prejudiciais à saúde do consumidor. O propósito principal é evitar a destinação para consumo ou processamento de produtos vegetais em que se tenha constatado violação dos limites máximos de resíduos e contaminantes, bem como a presença de substâncias proibidas ou não permitidas.


Base Legal para as Ações

As ações do Mapa são fundamentadas na Portaria SDA nº 574/2022, que institui o PNCRC/Vegetal e define os critérios e procedimentos para a realização dos controles oficiais. De acordo com o coordenador de Fiscalização da Qualidade Vegetal, Tiago Dokonal, "essas iniciativas reforçam o compromisso do Ministério com a segurança e a qualidade dos produtos de origem vegetal disponíveis no mercado interno, bem como na importação e exportação".


Fiscalização Continuada

O Mapa continuará a monitorar de perto os produtos regionais de grande consumo no Brasil, mantendo uma atenção constante sobre os resíduos de agrotóxicos nos vegetais produzidos no país. A utilização de ferramentas como a rastreabilidade será fundamental para garantir uma fiscalização eficaz.


Participação de Diversos Estados

A ação contou com a participação de auditores fiscais federais agropecuários de Goiás, Distrito Federal, São Paulo e Minas Gerais, demonstrando a abrangência e a cooperação entre estados na garantia da segurança alimentar e da qualidade dos produtos vegetais disponíveis no mercado brasileiro.


Fonte: Mapa

Postar um comentário

0 Comentários