Setor Agropecuário Mineiro tem Bom Resultado e Gera Mais de 1,9 Mil Empregos com Carteira em Julho

O setor agropecuário mineiro, liderado pelo cultivo de alho, gerou 1.981 empregos em julho, impulsionando a economia regional.

Cesto de alho com bulbos grandes.
Imagem de 1195798 por Pixabay


O setor agropecuário de Minas Gerais, um dos principais motores da economia do estado, demonstrou seu vigor ao gerar mais de 1.981 empregos com carteira assinada no mês de julho deste ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Esse desempenho positivo foi especialmente impulsionado pelo segmento das lavouras temporárias, destacando-se o cultivo de alho, que demanda uma intensiva mão de obra.


Crescimento do Setor Agropecuário em Minas Gerais

O agronegócio tem sido uma âncora da economia mineira, com recordes tanto na safra de grãos, que alcançou 16,8 milhões de toneladas em 2022, como nas exportações, que totalizaram US$ 15,3 bilhões de dólares no mesmo período. Essa força econômica se traduz em oportunidades de emprego para a população.


História de Superando Obstáculos

A história de Sirley Alves da Silva, trabalhadora rural há 21 anos, reflete as oportunidades proporcionadas pela expansão da agricultura. Ela e sua família saíram de Arapuá devido à falta de emprego, mas encontraram emprego no setor de toaletagem nas lavouras de alho e cenoura em São Gotardo. "Para mim, só melhorou. A gente quer trabalhar, formar um filho e pagar as contas em dia," afirma Sirley.


Minas Gerais: Líder na Produção de Alho

Minas Gerais se destaca como o maior produtor de alho do país, registrando um aumento constante na safra desde 2018. Em 2022, a produção mineira atingiu 80 mil toneladas, um crescimento de 8,3% em relação à safra anterior, com uma área cultivada que também cresceu 7,7%, chegando a 5,2 mil hectares, segundo dados preliminares do IBGE.


Mão de Obra Essencial

O município de São Gotardo, situado na região do Alto Paranaíba, é um dos principais polos produtores de alho do estado e atrai mão de obra de diversas partes do Brasil. A produção de alho é intensiva em mão de obra, exigindo de três a quatro pessoas para cada hectare plantado. O plantio, a colheita e até mesmo o processo de limpeza são realizados manualmente, demonstrando a relevância da agricultura para a geração de empregos na região.


Desempenho do Setor Agropecuário

No acumulado de janeiro a julho deste ano, o setor agropecuário mineiro gerou um total de 29.554 empregos, representando um crescimento de 2% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Atualmente, o setor agropecuário no estado oferece um total de 309.607 postos de trabalho.


Investimentos no Setor Agropecuário

Um indicador adicional que ressalta a continuidade deste cenário positivo é o aumento dos recursos destinados ao crédito rural. Segundo a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), na safra 2022/2023, foram alocados R$ 656,5 milhões para o custeio das lavouras de alho, representando um crescimento notável de 33,7% em relação à safra anterior.


Inovações e Apoio do Governo

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Thales Fernandes, destacou o compromisso do Governo de Minas em apoiar o setor agropecuário, através de instituições como a Emater-MG, Epamig e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Essas entidades trabalham em parceria com os produtores, fornecendo tecnologia, realizando pesquisas e garantindo a qualidade sanitária dos produtos mineiros, promovendo, assim, o crescimento sustentável do agronegócio mineiro.


Impacto no Comércio Urbano

Além de contribuir para a geração de emprego e renda no campo, o próspero desempenho das atividades agropecuárias tem um impacto significativo na criação de novos postos de trabalho nas áreas urbanas das cidades e no comércio local. Eduardo Sekita de Oliveira, engenheiro agrônomo e diretor executivo da Sekita Agronegócios, enfatiza que as diversas culturas, incluindo alho, cenoura, beterraba e repolho, geram mais de 10 mil empregos na região de São Gotardo. Isso impulsiona o consumo e movimenta o comércio, desempenhando um papel crucial na economia local.


Fonte: Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais

Postar um comentário

0 Comentários