Pequenos Agricultores Recebem Certificados de Produtores Orgânicos no Paraná

Agricultores indígenas e locais agora podem fornecer produtos orgânicos em feiras e diretamente aos consumidores, impulsionando o mercado regional.

Organicos
Foto ilustrativa / Imagem de NatureFriend por Pixabay


No dia 25 de agosto de 2023, um marco significativo foi alcançado para a agricultura sustentável no Paraná, quando quatro produtores indígenas da Comunidade Indígena Pinhalzinho e quatro agricultores do Grupo de Produtores Orgânicos do município de Tomazina receberam suas Declarações de Cadastro para Produtores Orgânicos vinculados às Organizações de Controle Social (OCS). A cerimônia de entrega ocorreu no município de Santo Antônio da Platina, marcando um passo importante para o setor de produção orgânica na região.

A partir desta etapa, esses agricultores estão oficialmente autorizados a fornecer produtos orgânicos em feiras livres ou vender diretamente para os consumidores. A certificação concedida não apenas valida seus métodos de cultivo, mas também atesta que seus alimentos foram produzidos de acordo com as rigorosas normas do Sistema Brasileiro de Garantia da Qualidade Orgânica.

O momento significativo aconteceu durante o Encontro Regional de Agricultura Orgânica, um evento de destaque promovido pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), Unidade Regional de Santo Antônio da Platina. O encontro teve como objetivo central não apenas a entrega de certificados, mas também a criação de um espaço para discussões pertinentes ao mercado regional de produtos orgânicos, além da disseminação de técnicas avançadas de cultivo de olerícolas e frutas.

A região em questão abriga um total de 58 produtores orgânicos distribuídos em quatro grupos de Organizações de Controle Social (OCS) que trabalham em conjunto com o IDR/PR. O sucesso na formação e apoio a esses grupos é atribuído ao Núcleo de Suporte à Produção Orgânica do Paraná (Nusorg/PR), que capacitou a equipe técnica do IDR para supervisionar e orientar essa modalidade de garantia da conformidade orgânica. Além disso, a assistência técnica e extensão rural (Ater) desempenharam um papel vital nesse progresso.






Maurício Castro Alves, Gerente Regional do IDR-PR, compartilhou a visão ambiciosa de estender esse movimento para mais municípios da região, visando alcançar um total de 500 produtores orgânicos. Com a entrega desses certificados, a esperança é que outros agricultores se sintam encorajados a adotar práticas orgânicas e contribuir para a expansão do setor.

O Paraná, com sua paisagem diversificada e clima propício, está rapidamente ganhando destaque como um dos principais polos de produção orgânica no Brasil. Essa posição é corroborada por dados do Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos (CNPO), uma iniciativa do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). A região se destaca como um dos principais centros de produção desse tipo de alimento, fortalecendo ainda mais a reputação do Paraná como um líder na agricultura orgânica do país.

O evento contou com a presença de importantes representantes da Superintendência de Agricultura e Pecuária do Paraná (SFA/PR), incluindo Cezar Augusto Pian, chefe da Divisão de Defesa Agropecuária, e Marcos Aparecido Gonçalves, chefe do Núcleo de Suporte à Produção Orgânica (Nusorg). Sua participação reforça o compromisso das autoridades em promover e incentivar práticas agrícolas sustentáveis e saudáveis.

Em um momento em que a busca por alimentos orgânicos e saudáveis está em constante ascensão, a conquista desses certificados por agricultores locais e indígenas não é apenas uma realização pessoal, mas um passo crucial para a construção de um sistema alimentar mais sustentável e consciente no Paraná e além.


Fonte: Mapa


Postar um comentário

0 Comentários