Recordes nos Rebanhos e Produtos de Origem Animal em 2022

Em 2022, a agricultura brasileira alcançou recordes na produção de produtos de origem animal, destacando-se leite, bovinos, suínos e aves.

Dois porcos e quatro galinhas comendo em um campo de fazenda
Imagem de Thomas por Pixabay



No cenário econômico de 2022, a agricultura voltou a se destacar, com recordes em diversos setores. Os dados da Pesquisa da Pecuária Municipal, divulgada pelo IBGE, revelam números impressionantes relacionados à produção de produtos de origem animal no país. Vamos analisar os principais destaques dessa pesquisa.


Alta Significativa no Valor da Produção

O valor de produção de todos os produtos de origem animal pesquisados atingiu a marca impressionante de R$ 116,3 bilhões em 2022. Isso representa um aumento de 17,5% em relação ao ano anterior. Um dado relevante é que a aquicultura contribuiu com R$ 8,6 bilhões desse montante, representando um crescimento de 7,4% em relação ao ano anterior.


Liderança do Leite no Valor de Produção

O setor de laticínios continuou sendo um dos pilares da economia agrícola, concentrando 68,8% do valor de produção total, o equivalente a R$ 80,0 bilhões. No entanto, a produção de leite de vaca registrou uma queda de 1,6% em 2022, atingindo 34,6 bilhões de litros. O município de Castro (PR) manteve sua liderança, com uma produção de 426,6 milhões de litros.


Recorde no Rebanho Bovino

O rebanho bovino cresceu 4,3% em 2022, alcançando um recorde histórico de 234,4 milhões de cabeças de gado. Essa tendência de crescimento é notável, sendo o quarto ano consecutivo de expansão. O município de São Felix do Xingu (PA) lidera com 2,5 milhões de cabeças.


Expansão da Suinocultura e Avicultura

O rebanho de suínos também registrou um crescimento de 4,3%, atingindo 44,4 milhões de animais, com mais da metade localizada na Região Sul (23 milhões). O município de Toledo (PR) lidera com 909,9 mil cabeças.

A produção de ovos de galinha aumentou 1,3% e atingiu um novo recorde, com 4,9 bilhões de dúzias, sendo Santa Maria de Jetibá (ES) o líder, com 318,6 milhões de dúzias.


Mel e Peixes em Alta

A produção de mel cresceu 9,5% em relação ao ano anterior, atingindo 61,0 mil toneladas. O município líder nesse setor foi Arapoti (PR), com 991,7 toneladas.

A produção de peixes também alcançou números impressionantes, totalizando 617,3 mil toneladas e um valor de produção de R$ 5,7 bilhões. Nova Aurora (PR) se destacou como o principal produtor, com 24,4 mil toneladas.


Tilápia na Liderança da Piscicultura

Na piscicultura, a tilápia se destacou, representando 60,8% do valor da produção de peixes, o equivalente a R$ 3,5 bilhões. O município de Nova Aurora (PR) liderou a produção de tilápia, com 24,4 mil toneladas e R$ 190,0 milhões em valor de produção.


Exportações como Estratégia de Escoamento

Um ponto relevante a ser destacado é o aumento das exportações de produtos pecuários, principalmente carnes, devido à demanda interna enfraquecida e ao poder de compra reduzido da população. A China consolidou-se como um mercado importante para as carnes brasileiras, incluindo frangos, suínos e bovinos.

Esses dados da Pesquisa da Pecuária Municipal refletem o cenário agrícola de 2022, marcado por recordes e desafios, impulsionados por diferentes fatores, como preços atrativos, demanda internacional e condições climáticas favoráveis em algumas regiões do país. O setor agrícola continua desempenhando um papel fundamental na economia brasileira, independentemente das oscilações do mercado global.


Animal Total no Brasil Município com maior rebanho
Bovinos 234.352.649 São Félix do Xingu (PA)
Suínos 44.393.930 Toledo (PR)
Galinhas 1.586.047.875 Cascavel (PR)
Caprinos 12.366.233 Casa Nova (BA)
Ovinos 21.514.274 Casa Nova (BA)



Fonte: IBGE

Postar um comentário

0 Comentários